domingo, 17 de junho de 2012

Geração de empregos com Copa e Olimpíadas

Continuando o balanço sobre a realização da Copa do Mundo e das Olimpíadas no Brasil, resolvi fazer o terceiro e último post mostrando os principais pontos positivos esperados. Depois de falar das previsões para o Turismo e do investimento. Hoje vou escrever um breve post sobre a geração de empregos.

Segundo pesquisa levantada pela Fundação Instituto de Administração (FIA), em decorrência dos jogos olímpicos espera-se a criação de mais de 120 mil empregos diretos e indiretos entre 2007 e 2016 (ano da realização das olimpíadas).


Mesmo após a realização dos jogos olímpicos, muitos empregos ainda serão criados. Entre 2017 e 2027, foi divulgado a criação de até 130 mil empregos.

O setor que deve ser mais beneficiado é o da construção civil. Para os comunicólogos, vale ressaltar que os empregos da área de Comunicação também devem aumentar consideravelmente em diversas áreas, como por exemplo no setor de comunicação visual.

Para a Copa do Mundo o governo prevê a criação de 330 mil empregos permanentes e mais 380 empregos temporários. Além da construção civil, o governo anunciou forte investimento no transporte público, aeroportos e portos do país.

Vale ressaltar que os benefícios da Copa do Mundo serão distribuídos pelo país de uma forma mais eficiente que nas olimpíadas - já que os jogos olímpicos acontecerão somente no Rio de Janeiro.


Nenhum comentário:

Leia Também

Os internautas também curtiram