segunda-feira, 2 de julho de 2012

Anti-Corinthians mais chatos que corinthianos

Qualquer um que me conhece, ou o blog, sabe que sou contra qualquer tipo de fanatismo (futebol, política, religião) e trato o futebol como mais um entretenimento. Podemos nos emocionar, torcer contra, torcer a favor, mas tudo dentro de limites. Um time ganhar, perder, ser campeão ou rebaixado não vai mudar minha vida, minha profissão tampouco irá resolver meus problemas, ou pagar minhas contas.

Pensei neste texto porque #naoaguentomais as mensagens anti-Corinthians no Facebbok e no Twitter. Para quem não sabe sou torcedor do São Paulo, e estou ficando indignado com tanto fanatismo aflorado - independente de ser por este ou aquele time. Parece que seremos promovidos ou rebaixados dependendo do que acontecer na quarta-feira.

Fanatismo burro
Torcer, se emocionar, gritar; nada contra a experiência emocionante de um jogo de futebol, ainda mais em decisões e torneios importantes, mas o brasileiro parece que vai de mal a pior.

Espero que os dois leitores deste blog possam parar para pensar qual o seu grau de fanatismo pelo futebol Se está a ponto de brigar, discutir, passar horas na internet tudo por um time, uma seleção ou por um esporte, está na hora de refletir um pouco e focar sua vida em coisas mais importantes: trabalho, família, bem-estar...

Futebol não é orgulho nacional
Lembro daqueles que até confundem o futebol com questão de patriotismo, orgulho nacional. Tratam jogos, competições e Copas do Mundo como questão de "vida ou morte", "Libertadores é  Guerra", "Copa do Mundo é o orgulho nacional".

Gostaria de viver em um país que o orgulho fosse a economia, a saúde, a educação, os prêmios "Nobels" (nem pesquisei o plural de Nobel), a tecnologia, o campo de pesquisa...

Amados argentinos
Ignorantes @Pedantes que odeiam argentinos porque são nosso maior rival no futebol. Imbecis Desinformados que que torcem contra um povo, uma nação por rivalidades esportivas.

Quebram ônibus, destroem metrôs, apedrejam carros, e tantos outros absurdos por uma derrota, ou vitória.

Àqueles que confundem esporte com civilidade, meus lamentos.Pois eu torço pelo Esporte e disso tenho desfrutados bons momentos de entretenimento.

Sobre a Libertadores. Só espero que corinthianos e anti-corinthians não passem dos limites nas comemorações, mas conhecendo meu povo, acho difícil e já me preparo para o pior: quebra-quebra, polícia, ambulância... Viva o país do futebol!

2 comentários:

Francisco disse...

Não tem como discordar. PQP, parece que o mundo vai acabar se o Corinthians ganhar o título nesta quarta.
Torcer contra, OK, mas galera exagera. Quando o SCCP foi eliminado em 2010 a zuação com Corinthians ficou nos Trending Topics do Twitter por 3 dias! É obsessão.

Ronnie Turrini disse...

O pessoal perde a linha. Contra o Santos e o São Paulo, não tinha essa "corrente pra trás". Mesmo que tenha, que seja no equilíbrio.

Leia Também

Os internautas também curtiram