domingo, 19 de maio de 2013

O bom exemplo do futebol catarinense

Campeonatos inchados cheios de clubinhos para 'fazer média' com cidades, torcedores e cartolas. Tudo para os líderes das confederações estaduais se perpetuarem no poder. Mas a verdade é que o futebol do interior de São Paulo, Rio de Janeiro e em vários outros estados ficam cada vez mais fracos.

Na outra mão, o futebol catarinense é um raro exemplo de competição onde os clubes do interior são realmente competitivos. Os times da capital, Avaí e Figueirense, precisam lutar bravamente contra os times de outros municípios como Criciúma, Chapecoense e Joinville.

São dez times disputando o torneio. Muito mais competitivo e imprevisível que os 'poderosos' carioca e palista. A fórmula do sucesso e da emoção é bem simples. Reduziram o número de clubes. Oh! Quem diria?

Há dez anos, eram doze times divididos em dois clubes. Agora são dez e, puxa que incrível, o torneio ficou mais competitivo.

Remando contra a maré de cartolagem de politicagem e troca de favores, a federação catarinense resolveu diminuir o número de clubes e o futebol daquele estado está mais competitivo. Talvez, isso explique a variedade de clubes daquele estado na Série A. Enquanto o Rio, por exemplo, mantém sempre os mesmos, a exemplo de São Paulo, que pode até apresentar uma ou outra equipe 'de momento' que sobe graças à força econômica e não por consequência de um estadual fortalecedor.

2 comentários:

Anônimo disse...

It's a pity you don't have a donate button! I'd certainly donate to this brilliant blog! I suppose for now i'll settlе
for bookmarking and adding your RSS feed to my Google асcount.
I lοok fοrward to fгesh upԁates аnd
will ѕhare this site with mу Facebook grоup.

Chat soon!

Here is mу site: meuble salle de bain

Anônimo disse...

Asking questions are actually fastidious thing if you are not understanding anything
entirely, but this article presents nice understanding even.


Visit my blog; voyance Gratuite

Leia Também

Os internautas também curtiram